Cachorro que come ovelha, só matando



Adoro a diversidade cultural e lingüística do Brasil, sempre utilizo nos meus artigos essa variação da língua brasileira que é rica e complexa.

A expressão “cachorro que come ovelha, só matando”, é mais uma do gauchês, utilizada para exemplificar comportamentos imutáveis, viciados.


Segundo os gaúchos, o cachorro que pastorea ovelhas quando mata uma e come, não adianta você prendê-lo por um tempo, esperando que ele se regenere da degeneração comportamental porque na primeira oportunidade ele vai matar e comer  ovelha novamente e, se não for sacrificado, dizimará todo o rebanho.
Então imagina que por esse arraial existe uma porção de cachorro pastoreador degenerado, que precisam ser mortos o quanto antes, pois podem sofrer qualquer sorte de retaliação e ainda assim vai continuar matando  ovelha e comendo, se é que me entendem.

Precisamos passar a limpo esse canil e, este rodo tem que ser sem dó nem piedade. Não existe um setor que a gente não se depare com um desses cachorrões esfomeados por ovelhas. E são glutões os caninos, pelo amor de Deus.

Querem exemplos? Claro que querem, sei que vocês odeiam metáforas. Ficam curiosos para saber de quem se trata. Mas gosto dessa figura de linguagem, pois ela aguça o pensamento do eleitor e lhe permite ilações quanto os cães matadores de ovelhas que precisam ser abatidos para  sobrevivência do rebanho.

O edital de licitação do transporte coletivo, é a única saída para o município moralizar essa chafurda que é o transporte coletivo. Esse serviço funciona há muito tempo com licença precária e as empresas conseguiram envolver o município numa teia de maracutaias que o prefeito Roberto Góes não conseguiu se livrar. Todos os reajustes das tarifas são conseguidos na justiça. Por incrível que possa parecer, mesmo a EMTU apresentando planilha calculada com o IPQ (Índice de Passageiro por Quilômetro), a justiça consegue entender que os empresários precisam majorar a planilha. Não me perguntem quem é o cachorro, pelo amor de Deus.

Mas o Edital encaminhado pelo município ao Ministério Público, Tribunal de Justiça e  ao Tribunal de Contas, para que fossem feitas as reparações necessárias, todas as instituições fizeram suas ressalvas, as quais foram sanadas e devolvidas para os interlocutores, para provar que tudo estava em acordo e pasmem! Um conselheiro mandou sustar o Edital e passou três meses para liberar sua publicação. Não me perguntem quem é o cachorro, pelo amor de Deus.

A empresa Alto Tocantins vende e não entrega faz anos no Amapá. Assina e diz que não assinou, contrata advogados e não paga. Trabalhadores da mesma forma. Tem uma multa de 50 milhões e não paga e pasmem mais  ainda, conseguiu arquivar na Junta Comercial de Macapá, a 5ª alteração contratual, reconhecendo uma procuração que passou 5 anos jurando ser falsa.Não me perguntem quem é o cachorro, pelo amor de Deus.

Com esses milagres citados, não é difícil chegar aos santos que foram responsáveis por eles e que já estão devidamente canonizados. E quanto ao resto?. Imagine você, faça a sua lista de cachorros que matam ovelhas e  precisam ser abatidos, coloque-os na sua lista e vá eliminando todas as vezes que tiver oportunidade.

Os micros e pequenos empresários estão com a corda no pescoço com a malfadada substituição tributária, que evita a sonegação, que não é pouca no Amapá, mas em contrapartida , ferra os que possuem pouco capital de giro. A turma do setor da construção civil então, anda avexada Mais qual é a entidade patronal ligada ao comércio que chia e sai em defesa deles?  Não me perguntem  quem é o cachorro, pelo amor de Deus.

Na política está cheia de cachorros, que são forazes no rebanho e precisam ser mortos, pois como dizem os gaúchos: cachorro que come ovelha, só matando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...