Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

CAPA PRINCIPAL 434

Imagem

EDITORIAL

Imagem
O fim da côrte do imperador
A força do povo é incontestável, e triste do político que duvidar dela. Esta pode ser a lição tirada desta eleição onde as massas desde cedo começaram a dizer que o poder tem pouca força frente à vontade popular. Tal força foi reconhecida momentos após o resultado das urnas para consolidar a máxima de que não se governa sem o povo. Quem se arvora a fazê-lo, terá a resposta mais cedo ou mais tarde. No caso da atual gestão, os erros começaram cedo. Quando se tapa os olhos e os ouvidos para os anseios daqueles que colocaram um representante da vontade popular no “trono” se está fadado ao fracasso. A força é tamanha que nem a mais forte máquina administrativa pode reverter seu caminhar. Esta é outra lição. Este jornal “profetizou” (assim entre aspas para evitar qualquer analogia religiosa) tal queda quando viu que tipo de gestão estava sendo implantada no Amapá. Quando um dos primeiros passos foi criar uma polícia política ávida a perseguir oponentes políticos e…

ARTIGO DE Azevedo Costa

Imagem
Em busca de mudanças
Raimundo Azevedo Costa
Na eleição deste ano, observamos que o eleitor brasileiro, principalmente o amapaense, modificou sua maneira de escolher um candidato, tanto para presidente da república quanto para governador, senador, deputado federal ou estadual. Nas eleições anteriores, o eleitor votava no candidato se este lhe desse cestas básicas ou quantias de dinheiro. A famosa boca de urna. O que observamos hoje, embora essa situação ainda seja uma realidade, que se operou uma ligeira diferença nisso tudo. Parece que, agora, o candidato oferece, o eleitor aceita, mas assim que se encontra sozinho em casa com a família, ele diz: Neste, nós não votaremos, porque ele nada fará por nosso Estado. Assim observamos, sobretudo nas famílias mais carentes, que algo começa a se alterar, ainda que muito ainda permaneça errado. Lembro-me que, há pouco tempo, dei uma entrevista no rádio e o interlocutor perguntou-me sobre minha opinião a respeito do possível resultado do primeiro tu…

Nas garras do felino

Imagem
Nas garras do felino

Inesquecível
A gestão do Camilo Capiberibe não vai sair tão cedo da cabeça do amapaense. Será inesquecível pela incompetência e perseguição ao servidor público, empresários e os adversários políticos. Uns são lembrados por coisas boas, outros pelas coisas ruins. Camilo está inserido no último caso.
Olha o golpe Senador Capiberibe sai com uma medida casuística. Teto do repasse duodecimal para o Poder Legislativo. Segundo ele e logo ele, acha que o Legislativo recebe mais do que precisa. Capiberibe em 2012 foi dos senadores mais caro da República, gastou R$ 405,9. Hipocrisia à vista.  Sem expo-feira
O amapaense este ano não vai ter a já tradicional expo-feira agropecuária, criada por Janary Gentil Nunes o primeiro governador do Amapá. Camilo alega que precisa enxugar gastos públicos e cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Na campanha a LRF não existia, dinheiro era dado com folga. Até bandido pousou com maços de notas de cem nas mãos. Mas isso a imprensa não diz.

De…

Lei da Transição Democrática é aprovada

Imagem
ALAP
Lei da Transição Democrática é aprovada
O Projeto de Lei Nº 0064/2013  que institui a Transição Democrática de Governo de autoria do deputado estadual Edinho Duarte (PP) que tem como objetivo de propiciar condições para que o candidato eleito para o cargo de governador possa receber de seu antecessor todos os dados e informações necessárias à implementação de seu programa de governo, inteirando-se do funcionamento dos órgãos e entidades que compõem a administração local, permitindo ao eleito a preparação dos atos a serem editados após a posse.
Tramitando desde o ano passado, o referido Projeto prevê ainda que a transição tem inicio tão longo a justiça eleitoral proclame o resultado oficial das eleições municipais e deve encerrar-se com a posse do candidato eleito e determina que após a formação da equipe de transição, esta terá acesso a informações relativas às contas públicas, a dívida pública, ao inventário de bens, aos programas e projetos da administração municipal, aos convênio…

AGORA É TARDE

Imagem
AGORA É TARDE


Depois de reconhecer que governou isolado do povo, Camilo vê seu “reinado” desmoronar


José Marques Jardim Da Redação
 Camilo  Capiberibe,  assumiu o governo do Amapá em 2010, se despede da forma mais decadente. Ele foi o único gestor que não conseguiu ser reeleito na esfera estadual, desde que a escolha do governador passou a ser pelo voto direto da população.

Camilo foi derrotado tendo a seu lado a máquina administrativa e todo seu poderio de fogo. Também teve o apoio natural de outra máquina, a do município, disponibilizada pelo prefeito Clécio Luís aliado de longa data. Na retaguarda teve os senadores Randolfe Rodrigues, sensação de votos em 2010, por conta da “operação Mãos Limpas” e o pai, João Capiberibe, que apesar da cassação por compra de votos, tenta posar de “pai da moralidade”. A mãe, Janete, que também carrega no currículo a cassação conseguiu se reeleger deputada federal, mas não mais com a estrondosa porcentagem de votação de antes. Ela perdeu o posto para Rob…

AVESSO DO AVESSO

Imagem
AVESSO DO AVESSO
Vitória e aniversário Nem bem se restabeleceu da comemoração pela conquista do Governo do Estado, Waldez Góes recebeu amigos na quarta-feira, 29, para celebrar seus 53 anos. Ainda rouco e abatido pela estafante maratona eleitoral, Waldez encontrou disposição para sorrir, bater papo e tocar um violão.
Expofeira Sem dinheiro em caixa, governo estadual vive o dilema de entrar para a história como sendo o único a não realizar uma edição da Expofeira Agropecuária. Evento era sempre realizado em outubro. Camilo antecipou para setembro. Já estamos em novembro e nada dele acontecer.
Secretários indiciados O governo termina mas os processos seguem. Somente na Saúde são cinco ex-secretários indiciados. Além disso, seguem inquéritos contra ex-secretários de Educação e Infraestrutura. Não se espantem se o ano terminar com prisões. Só acho!
Clécio Clécio Luis e Randolfe Rodrigues vivem um dilema. Sem os Capiberibe, de quem são afilhados políticos, correm o risco de perder a única prefeitu…

Marabaixo IV clama por infraestrutura

Imagem
Marabaixo IV clama por infraestrutura Criminalidade predomina no Bairro






Reinaldo Coelho

Moradores do bairro Marabaixo IV, Zona Oeste de Macapá, dizem que estão assustados com a violência registrada na área nos últimos meses. Segundo eles, assaltos, estupros e invasões a residências têm sido constantes. O policiamento na área é feito pelo 6º Batalhão da Polícia Militar.

Um dos mais novos loteamentos de Macapá, o Marabaixo IV, que faz parte do Bairro Marabaixo (I II e III), foi implantado através de uma invasão de uma área em litigio judicial que fica localizado na rotatória do KM 9 que liga a Rodovia Duca Serra a BR 156.
 Sua urbanização vem sendo feita pelos próprios moradores, tanto que as ruas e avenidas não têm identificações e não possui infraestrutura urbana projetada. Iluminar e energizar o bairro resolve apenas um dos muitos problemas sociais que a região do Marabaixo enfrenta, entre eles a violência e a falta de água tratada. Toda a população, cerca de 40 mil moradores das etapas I…

Justiça do Amapá

Imagem