Postagens

Mostrando postagens de Março, 2018

GEA garante R$ 100 mil para a programação do Ciclo do Marabaixo 2018

Imagem
GEA garante R$ 100 mil para a programação do Ciclo do Marabaixo 2018 Além do apoio financeiro, o governo garante às comunidades participantes a segurança pública e licenças do CBM/AP para os eventos. Por: Iracilda Tavares  Foto: Arquivo Secom Programação do Ciclo do Marabaixo 2018 inicia neste sábado, 31 de março, e encerra no dia 3 de junho O Governo do Estado do Amapá (GEA) garantiu R$ 100 mil para a programação do Ciclo do Marabaixo. O recurso será disponibilizado por meio de convênio entre a Secretaria Extraordinária dos Povos Afrodescendentes (Seafro) e Secretaria de Estado da Cultura (Secult). O fomento busca fortalecer a tradição cultural amapaense. Além do apoio financeiro, o governo garante às comunidades participantes a segurança pública com policiamento ostensivo e licenças do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP). A programação terá duração de três meses começando com o Marabaixo da Aceitação, a partir das 17h, no sábado de aleluia, 31 de março, nos quatro barracões …

Editorial - EDIÇÃO 602

Imagem
Pecuária do Amapá disputa o mercado (inter) nacional
Com condições climáticas favoráveis e solo fértil, o cerrado amapaense tem despertado o interesse de pequenos e médios produtores e até de grandes grupos vindos de regiões tradicionais. Mas este cenário já era ocupado pelos pecuaristas pioneiros que aqui se estabeleceram e lutam a 60 anos pelo crescimento da qualidade do rebanho amapaense e sua valorização no mercado interno, regional, nacional e internacional. O Amapá ficou em 2017 entre os 20 Estados que terminaram o ano com recuperação econômica, sendo o 5º maior indicador do Norte e Nordeste, ficando atrás de Maranhão (3,1%), Tocantins (1,9%), Piauí (1,7%) e Rondônia (1,4%). A média nacional, segundo o estudo, ficou em 0,5%. E o setor agropecuário está entre os segmentos que inflaram esses índices identificados pelo IBGE e do "Mapa da Recuperação Econômica", dos economistas Everton Gomes e Rodolfo Margato. Possuidor do segundo maior rebanho de búfalos do país, com 280 mi…

Artigo do Velleda Coluna CISMANDO

Imagem
Tempo de Celebração
Nasci num tempo em que o catolicismo estava em alta. Fui batizado e crismado, e muitas vezes frequentei as missas dominicais. Hoje entendo a vida como evolução e, por isso, valho-me dos preceitos espíritas. Mas claro, nessa época do ano todo cristão se permite a reflexão, como uma forma de experimentar Deus, experimentar a vida, como ela experimenta a si mesma diante da vida e diante de Deus. A partir do judaísmo se entende essa celebração absorvida pelo mundo cristão e estereotipada pelo capitalismo e apelidada de Páscoa, com direito a coelhinhos e ovos de chocolate, o que na verdade reflete a libertação do povo judeu da escravidão no Egito.
Haroldo Dutra Dias diz “ser óbvio que é impossível traduzir uma experiência tão subjetiva, tão espiritualmente rica com a linguagem da ciência, que é uma linguagem matemática, uma linguagem analítica; ou com a linguagem da filosofia, que é uma linguagem especulativa cheia de um vocabulário complexo e às vezes até prolixa. Por essa…

Ministro da Cultura cumpre agenda no Amapá e visita Núcleo de Produção Digital

Imagem
Ministro da Cultura cumpre agenda no Amapá e visita Núcleo de Produção Digital


Após quase uma década de luta, os profissionais do segmento audiovisual vão contar com um espaço público para desenvolver produções.
Da Editoria O Governo do Estado do Amapá (GEA) dá mais um passo à frente no fomento da produção audiovisual local. A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) está nos preparativos finais para colocar em funcionamento o Núcleo de Produção Digital Equinócio (NPD). O espaço receberá a visita do ministro da Cultura, Sergio Sá Leitão, na próxima segunda-feira, 2 de abril, quando participará do seminário “Cultura Gera Futuro”. O NPD será entregue assim que o espaço receber as adaptações necessárias para a produção audiovisual amapaense. O ministro chega na madrugada da segunda-feira, 2, e estará disponível para entrevistas pela manhã, durante a programação de abertura do Seminário “Cultura Gera Futuro” e também da entrega do NPD, no espaço do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Peque…

Ciclo do Marabaixo na Favela inicia ‘Sábado de Aleluia’ no Barracão da Tia Gertrudes

Imagem
Ciclo do Marabaixo na Favela inicia ‘Sábado de Aleluia’ no Barracão da Tia Gertrudes


No barracão da Tia Gertrudes Saturnino os familiares e devotos da Santíssima Trindade finalizam os preparativos para o Ciclo do Marabaixo, que inicia neste sábado de Aleluia (31), e encerra no dia 3 de junho. A programação na Favela neste ano homenageia a pioneira Natalina Costa, falecida em 2017. Além da programação do Ciclo do Marabaixo, os descendentes de Gertrudes e Natalina, festeiros e organizadores da Associação Berço do Marabaixo, fortalecem a cultura com a inclusão da educação, com a reinauguração da biblioteca e abrem as portas do museu e do bazar, com roupas, acessórios e demais elementos da tradição do marabaixo. Durante os dois meses de festejo, o bairro da Favela, atual Santa Rita, se veste de azul e branco para continuar a tradição do Ciclo do Marabaixo, que foi instituído na década de 90, oficializando uma tradição secular dos negros que vem do início do povoamento de Macapá, época em q…

Artigo do Rei

Imagem
Máquinas de escrever ainda têm seus adeptos
“Fui criado na época da máquina de escrever. É um hábito que se enraizou de tal maneira que não consigo me livrar. Isso não me impediu de ganhar quatro prêmios Jabuti. A cabeça não funciona se não tenho a máquina. Se vou direto ao computador, a coisa não encaixa”, sentencia o poeta e jornalista Ivan Junqueira (79 anos), com 37 livros datilografados. Metódico, Junqueira divide seu processo criativo em três atos. Começa com o texto escrito à mão. Em seguida o transpõe na máquina. Por fim, quando dá o datiloscrito por pronto, o repassa ao computador para enviar aos editores.
Bom, eu entrei na adolescência na década de 1970, e uma das exigências de deixar de usar bermudas, considerada roupa de criança, naquela época, meu avô, Mestre Benedito, estabeleceu que minha primeira calça comprida ele me daria aos completar 15 anos, se quisesse usar antes, tinha de comprar com meu dinheiro, ou seja trabalhar. Naquela época não era crime jovem trabalhar, ao c…

SAÚDE EM FOCO

Imagem
DESOSPITALIZAÇÃO: OS HOSPITAIS REFÉNS DAS DOENÇAS AGUDAS No passado a Medicina Popular, as ervas medicinais, as benzedeiras, as parteiras tradicionais, os curadores populares resolviam as doenças básicas da população pobre, que não tinha acesso aos Médicos de família. Mas essa concorrência por longos anos foi considerada marginal e atribuída como “curandeirismo” pela própria legislação e pelo Código de Ética Medica. Por imposição da industrialização e mercantilização a assistência à saúde afastou-se da comunidade e da família, criando o modelo centralizador e nosocomial, com atendimento em clínicas e hospitais. É o atual modelo hospitalocentrico, que evoluiu das CaixasSaúde, do INAMPS, INPS e agora o SUS. Durante décadas esse sistema é financiado pelo Estado, que repassa recursos públicos para construir as estruturas hospitalares, equipamentos e instrumentos caros, só disponíveis para quem tinha carteira assinada e possuía condições de pagar. Assim, os investimentos em promoção, prevenç…

Artigo do Gato

Imagem
Seja bondoso, isso faz bem  a você O Evandro Gama um amapaense brilhante que buscou a educação como companheira para tirá-lo da vida modesta e pobre que sua infância lhe impôs, me faz uma falta danada. Ele é um desses caras de bom papo, propositivo. Um cara que persegue o aperfeiçoamento humano, através do conhecimento. Eu o conheci quando veio a Difusora lá pelos idos de 2007 responder uma crítica que fazia sobre o modelo de assentamento usado pelo INCRA. Eu chamo de confinamento. Mas isso não vem ao caso agora. O que sei é que o Evandro faz falta pra mim. Um cara de um papo propositivo. Nessa semana que finda recebi dele um texto maravilhoso. Uma entrevista com Richard Davidson, Phd em neuropsicologia e pesquisador na área de neurociência afetiva. Não posso ser egoísta e guardar esse ensinamento só pra mim. Reproduzo nesse espaço para que os leitores do meu artigo tenham um enfrentamento com esse ensinamento e tirem o melhor proveito disso. “ Texto” “A base de um cérebro saudável é a bon…