Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Capa da edição 474

Imagem

Editorial

Imagem
‘Lobo em pele de Cordeiro’

Se fossemos recorrer ao Livro Santo, para entender a hipocrisia de falsos políticos, que se travestem de cordeirinhos bem intencionados para esconder as abomináveis presas caninas da corrupção e da mentira, versei-a um catatau de exemplos de como existem espertinhos querendo se dar bem.
São Mateus lembra: Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores. E, ainda: Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como pombos.
Já São Lucas sugere: Ide; eis que vos envio como cordeiros entre lobos. 
Sei que depois da minha partida se introduzirão entre vós lobos cruéis, que não pouparão o rebanho.
E por aí vai... Portanto, “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores”.
Às vezes uma aparente boa ação produz mais malefícios que benefícios. Qualquer pessoa é capaz de reconhecer a…

Nas garras do felino

Imagem
Tarrafeando O time amarelinho (PSB) jogou novamente a tarrafa no rio, desta feita sem chumbada. O propósito é pra pegar as piabinhas que estão na flor d’água. Besta é quem vai pra essa canoa furada.
Mentira Fresca, ... Está mostrando sua verdadeira face. De capitalista disfarçado de socialista ele agora assume sua condição e quer dar o bote no Pros dos Favacho. Acordem Amiraldo e Francisca, uma hora dentro, vai querer o partido, quem avisa amigo não é.
Mentira Fresca II Na inauguração do Restaurante Popular Mentira Fresca beliscou a boia e durante sua falação Fátima Pelaes tentava cortar a sola de um sapato disfarçado de ife. Pra virar bife aquela sola só se avistando com o BOPE. Do lado o Tink Wink enfeitava a cena com a boca suja de feijão. Isso não é bom para um dos homens mais influentes do Brasil. kkkkkkkkkkkkkk
CQC O quadro do CQC, programa exibido pela Rede Bandeirantes de Televisão, veio ao Amapá e pegou um fato e generalizou a questão da saúde amapaense. Que claudica, mas vai aos po…

Politica local

Imagem
Equinócio da Primavera 2015 Cultura, Ciência e Turismo fazem parte da programação.
Reinaldo Coelho
Da Editoria
O fenômeno conhecido como Equinócio da Primavera que já faz parte do calendário turístico amapaense, e tem  no monumento do Marco Zero do Equador, um dos principais pontos turísticos da cidade, localizado na Zona Sul, sua visualização e onde são executados os eventos programados para a ocasião, atraindo turistas e até adeptos religiosos.
Este ano o fenômeno  aconteceu desde a quarta-feira (23) e encerrou na sexta-feira (25).Além de receber  turistas e cumprir a programação cultural, através dos tambores do Marabaixo, teve uma participação da Ciência e Tecnologia.
Fazendo parte da Semana do Equinocio foram realizadas a III Feira de Ciências e Tecnologia do Amapá e da 12° Feira Nacional de Ciência e Tecnologia. Eventos que fazem parte da programação da Semana do Equinócio.
O alinhamento do sol com a linha imaginária do equador, que divide os hemisférios Norte e Sul do planeta e faz o…

Matéria de capa

Imagem
Clécio Luís, um lobo disfarçado de ovelha.

Da Superintendência
Um conceito médico sobre dupla personalidade ou o transtorno dissociativo afirma que esse problema não está ligado à esquizofrenia, psicopatia ou algo do tipo. Quem sofre desse transtorno acredita em suas próprias mentiras como se fosse realidade, cria convicções e por conta desse fato tem reações diferentes diante da mesma situação.
O prefeito de Macapá, Clécio Luís, se encaixa perfeitamente nesse arquétipo. Com um perfil de socialista convicto, defensor das teorias Marxistas, Engels, Saint-Simon, Charles Fourier etc... Sempre utilizou os discursos anticapitalismo para justificar sua existência na política amapaense. Como vereador, utilizava-se da boa retórica para disparar frases feitas contra a corrupção impregnada que alegava existir na direita capitalista e sempre esposava o discurso baseado nas orientações do Partido Socialismo e Liberdade, no qual ingressou em 2005, após o surgimento da Sigla.
O artigo quarto do Estatu…

Artigo , o mal da corrupção ; Pedro Velleda

Artigo

O mal da corrupção Pedro Velleda
Há alguns anos atrás, o Brasil não reconheceria, nem de longe, a percepção da gravidade da corrupção que cresce a cântaros nesse brejeiro país. Organizações tentam garantir a transparência, mas o descontrole social da administração pública é inevitável. Alguns setores do Executivo, Legislativo e Judiciário não se atinam para o problema e o que falta é mobilização para elevar o padrão ético dos agentes sob sua jurisdição.
A corrupção requer uma luta árdua e pressupõe muito gás. Os propósitos frente às dificuldades que se interpõem no caminho, para o extermínio desse mal, são duros demais. Agir contra a corrupção sugere confrontos com interesses organizados, públicos e privados, o que acaba espedaçando a teia social.
Num mundo das tecnologias fantásticas, as redes sociais ganham cada vez mais relevância para o exercício da cidadania e acabam se criando as ferramentas certas, de atuação e mobilização contra a corrupção.
Mas, parece que a empreitada é re…

UNIFAP – Plataforma Zebrafish

Imagem
UNIFAP – Plataforma ZebrafishEstudos com peixes possibilitarão desenvolvimento de novos medicamentos


Reinaldo Coelho
Da Editoria

Um novo modelo para estudos de patologias e desenvolvimento de novos fármacos será desenvolvido na Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) por meio da Plataforma Zebrafish.
A zebrafish, ou “peixe paulistinha”, é considerado uma ferramenta promissora para a análise e seleção de compostos candidatos a medicamentos. Por ser um animal de pequeno porte e com alta taxa reprodutiva, similar a dos mamíferos, o peixe paulistinha, pode substituir ou complementar os estudos nestes animais.


Com um desenvolvimento rápido, o ovo do zebrafish evolui para larva em um período de 48 a 72 horas e aos três meses de vida já pode ser considerado adulto. Além disso, a transparência que os embriões mantêm em estágio de larva facilita a avaliação detalhada de estruturas e sistemas orgânicos.
O peixe pode ser utilizado em pesquisas científicas em diferentes áreas, como psicologia, regenera…

viajando por ai

Imagem
Tio, duas por um real?
Gabriel Fagundes


Toda gente olha em volta e a fala fina vem de baixo, de uma miúda com pouco mais do que 4 anos. A casa lotérica está lotada. Ela se arrisca em oferecer para um ou dois, comigo três. Ninguém compra o produto, uns saquinhos de balinha de hortelã. Eu olho comovido, imóvel. A roupinha esculhambada mal cabe no corpo, os braços frágeis mal sustentam a caixa de balinhas.
Eu não queria dar um real. Eu queria dar muito mais. Um real, abrigo, estudo, futuro. Sim, mas eu, naquele momento, dei só um não.
Ela saiu da lotérica. Não parecia descontente, embora cansada. Parou na esquina mais próxima, ao lado de um carro, e pôs-se a oferecer.
Recebendo a mesma resposta negativa, coçou a cabeça, olhou pra trás e foi se juntar a família.
A mãe, com um bebê de colo, e os demais filhos, irmãos dela. Se contei certo eram 5 meninos.
Alguma coisa?, Pergunta a mãe. Nada, mãe, responde a pequena. Logo os irmãos se agitam.
Deixa que eu vou lá, diz um; toma, troca comigo, vende es…

TJAP

Imagem
TJAPJudiciário entrega armas apreendidas para serem destruídas
Da Editoria
A Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça do Amapá e a Diretoria do Fórum da Comarca de Macapá determinaram a destruição de sessenta e quatro armas brancas e objetos apreendidos em ações realizadas pelas polícias militar e civil do Estado do Amapá e encaminhados para o Judiciário. As armas foram periciadas e posteriormente encaminhadas para destruição. Entre os objetos que foram destruídos constam facas, canivetes, artefatos caseiros, facão e terçados. As armas foram destruídas em uma metalúrgica no Bairro Perpétuo Socorro, zona leste de Macapá.

Também houve a entrega de quarenta e cinco (45) armas de fogo ao 34º Batalhão de Infantaria de Selva (34º BIS) para serem devidamente destruídas, reforçando a parceria entre o Judiciário do Amapá e o Exército Brasileiro.

A ação contribui para a redução de circulação de armas de fogo e de armas brancas no âmbito do Estado do Amapá, usadas para atividades criminosas.
........…

CAPA DO SEGUNDO CADERNO EDIÇÃO 474

Imagem

POLÍTICA

Imagem
Cassius Clay Ministério Público apura denúncias e pode representar contra o vice-presidente da OAB, advogado Cassius Clay. Denúncias tem relação com a atuação dele como procurador da CEA. O caso está nas mãos do promotor Adaulto Barbosa. Cassius Clay também responde procedimentos na OAB e já foi também denunciado na Procuradoria Geral do Estado e Assembleia Legislativa.
Maria da Penha Durante evento realizado esta semana na OAB, as advogadas deram o recado: não toleramos casos de violência contra mulher, principalmente aqueles protagonizados por colegas advogados. Parece ter sido um recado a candidato à presidência da OAB acusado pela ex-esposa de tê-la espancado, em episódio recente. Só acho...
Desfecho Delegado que apurou o caso da incineração de um bebê, que culminou na queda do secretário Pedro Leite, decidiu pelo indiciamento de dois funcionários públicos. Mas a declaração da mãe da criança pode ensejar novo indiciamento: ela afirmou a um programa de TV que teve informações de que o f…

ARTIGO DO RODOLFO JUAREZ

O DESPERDÍCIO DO MOMENTO Rodolfo Juarez
Mais uma vez os responsáveis pela gestão dos interesses de Macapá e Santana desperdiçaram uma oportunidade de firmar um dos principais fenômenos astronômicos como item de atração turística com reflexo direto na economia.

No dia 23 ocorreu o Equinócio de Setembro! Um momento muito especial e que só não é único porque tem outro assemelhado que acontece em março, entretanto, sujeito às chuvas comuns no período e às dificuldades que isso implica.

Não sei se por falta de estudo ou por falta de interesses, ou por querer se posicionar como os da idade antiga, que preferiam reter as informações que tinham a distribuí-las com a população, para demonstrar sabedoria ou considerar-se detentor de poderes especiais e, para alguns, até mágicos.

Faz tempo que a magia e a sabedoria “do comum de todos” deixaram de influenciar comportamentos, mesmo assim, por aqui, se nota esse descuido ou burrice, quando procuram definir o momento.

Primeiro os gestores de Macapá, que tê…