Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

capa

Imagem
EDITORIAL ------------------------------------------------------------------------------

Uma satisfação a sociedade merece


Recentemente o mundo policial viu a densa nuvem de violência que envolve o Amapá aumentar. O fato descoberto  arrola crime de pistolagem. Nada de inusitado. Essa anomalia social ganha a cada dia dimensão maior, porém, o fato de envolver um policial civil, que desempenha a função de delegado e mais, no cargo de corregedor, cuja função é presidir inquéritos que envolvem denúncia contra o mau policial, isso é algo que a sociedade precisa e tem o direito de saber.
O Corregedor, delegado Plínio Roriz,tinha, de acordo com gravações telefônicas vazadas do Ministério Público suposto envolvimento com o empresário Trindade que cansado de ser a caça virou caçador e resolveu fazer justiça com as próprias mãos eliminando com a pena capital os bandidos flagrados em roubos, assaltos e outros delitos. Se há mesmo liame entre os dois, ninguém sabe. Pode ser que sim, mas, pode ser que…
Imagem
As políticas que não se efetivam nos municípios
         O transporte público depois das manifestações de junho, que levou a população as ruas das cidades pelo Brasil, continua sendo pauta das grandes discussões para que possamos cada vez mais entender como funciona. Esse serviço que afeta diretamente a vida da população. Faz parte do cotidiano da maioria das pessoas que se deslocam para trabalhar, estudar, dentre outras atividades. Por outro lado, o transporte participa da dinâmica das cidades, e interfere concretamente em suas organizações espacial e social.          A sua gestão definida como atividade, é de competência exclusiva do serviço público (municipal, estadual e federal) com atribuições de coordenação, articulação, negociação, planejamento, acompanhamento, controle e avaliação. Aos municípios compete a maior parcela, que é o transporte público de passageiros.          A Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNICI/2012), que avalia a Gestão Municipal feita pelo IBGE, de…
Nas garras do felino
Nas urnas de novo
Pelo andar da carruagem é quase certo que o amaparino vai voltar às urnas para escolher novo prefeito. Valter Vieira (PSB) é forte candidato.
Pés pelas mãos
O motivo da nova eleição é que o prefeito do município de Amapá, Dr. Assis andou metendo os pés pelas mãos na administração municipal e os vereadores abriram uma CPI e o MPE ingressou com uma ação contra o Alcaide na justiça. Entre outras “coisitas” o esculápio andou bi-recebendo salário. Funasa onde é médico e pelo Estado. Guloso o Assis. Olho grande não entra na China “dotô”.
Pilatos
Um cidadão do 1º escalão de Camilo ligado ao desporto lavou as mãos com relação ao futuro do campeonato de futebol profissional. Ele disse em alto e bom som que não está nem aí se vai ou não, haver campeonato e que o dinheiro do Estado é problema do Camilo e ele não têm nada aver com isso. É assim que anda o governo do Estado, uma esculhambação.
Perdendo espaço
O governador Camilo Capiberibe não dá uma dentro. Por ques…
Imagem
ELEIÇÕES 2014 Camilo acelera articulações desprezando parte do PT e agradando outra

José Marques Jardim

Com um dos piores índices de aceitação dos últimos 30 anos, Camilo Capiberibe tem se desdobrado para correr atrás do prejuízo e tentar convencer políticos para entrarem em seu barco que navega com dificuldade, com muitos apostando que ele não chega do lado de lá.A última investida do governador foi a nomeação de Richard Silva para o cargo de Secretário de Estado do Turismo. Militante do Partido dos Trabalhadores, o vereador que pertence à corrente de Nogueira, é na realidade um elo entre o governo do Estado, que desde o início fechou-se num apoio explícito à corrente de Dora Nascimento, vice-governadora e Joel Banha, ex-secretário de Obras e hoje deputado estadual.Nogueira e a deputada Dalva Figueiredo estavam fomentando um racha entre governo e PT, pois as duas correntes hoje possuem maioria na executiva do partido. Dalva chegou a anunciar rompimento com o governo e entregou os cargo…
Imagem
SEM LICITAÇÃO Promotores de Justiça têm 60 dias para concluir investigações sobre contratos duvidosos da SESA


Secretaria de Estado da Saúde vem deixando de lado a Lei das Licitações desde 2011e feito pagamento de serviços e compras, por meio de contratos emergenciais

José Marques Jardim Da Editoria
A Secretaria de Estado da Saúde é certamente a “caixa de Pandora” da administração pseudo socialista de Camilo Capiberibe. Volta e meia, aberta pela metade revela os nuances escabrosos de esquemas que têm vasado e para manchar ainda mais o já fracassado plano de governo da “mudança”, que disparava na campanha de 2010, a célebre e hoje desconjecturada frase do “dinheiro tem, falta gestão”. Naquela época, o governador também perguntava ao eleitor em seu horário político, se este aprovava o modelo de saúde implantado pela administração de Pedro Paulo Dias de Carvalho, que sucedeu Waldez Góes na corrida política. Hoje, dois anos e sete meses depois, a mesma pergunta pode ser feita, com a diferença d…
Imagem
EM SILÊNCIO Interrogações sobre possível envolvimento de corregedor com pistoleiro ficaram no ar


Quase um mês depois da prisão de José Hernandes Lopes Trindade, nada foi respondido sobre as gravações feitas pelo MP, com diálogo entre o assassino e o Corregedor-Geral da Polícia Civil

Três, dos cinco inquéritos contra o empresário José Hernandes Lopes Trindade, de 42 anos, foram conduzidos pela delegada Maria Valcilene, da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa, Decipe. Ela conduziu grande parte das investigações contra Hernandes, desde fevereiro passado, que dizem ter descoberto o envolvimento dele em várias execuções. A delegada foi peça chave no andamento do caso que pode condenar o comerciante há anos de cadeia. Valcilene deu coletiva à imprensa logo após a prisão e explicou como o esquema funcionava.

Segundo ela, Hernandes liderava um grupo que levantava para ele, informações das futuras vítimas, geralmente envolvidas com assaltos. De posse dos detalhes, a abordagem era feita pelo próprio…
Imagem
PMM - SEMOB Serviços de tapa-buraco e recapeamento nos bairros 

Mesmo com a inconstância do verão, a Prefeitura de Macapá através da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SEMOB) está executando serviços de recapeamento e tapa-buracos nas Ruas e Avenidas da cidade.
O secretário da SEMOB, Elder Fábio, destaca que os trabalhos estão apenas começando e que no decorrer do verão todos os bairros receberão os serviços. "Essas ações realizadas buscam a melhoria para a comunidade, pois há um bom tempo esperava pelo início da operação tapa-buraco e recapeamento. Agora, finalmente estamos a todo vapor”, informa.
 Dez equipes são responsáveis pelos serviços de revitalização das vias, sendo 7 durante o dia e 3 no período da noite.
Execução
O serviço da SEMOB teve início pela Zona Norte, mais precisamente no Bairro Brasil Novo que teve seu cinturão asfáltico, para trânsito do transporte coletivo está recebendo recapeamento.As Ruas transversais também recebem os trabalhos de tapa-buraco.…
Imagem
Evandro Gama Procurador da Fazenda Nacional Especialista em Administração Pública evandrocgama@bol.com.br
Quatro prioridades para o Estado do Amapá

Nós – os seres humanos – temos quatro necessidades básicas a serem atendidas: viver, aprender, amar e deixar um legado. A necessidade de viver está relacionada a todos os meios físicos e econômicos indispensáveis à sobrevivência da nossa dimensão física. Para vivermos precisamos de um bom emprego, de uma boa alimentação, um lugar para morarmos, roupas para vestirmos, cuidados adequados com a nossa saúde, uma segurança pública que garanta a nossa integridade física e moral, meios de transporte para nos locomovermos, etc. O acesso a esses meios físicos e econômicos nos dão segurança para seguirmos adiante, com a sensação de conforto e de sermos tratados com justiça. A segunda necessidade – aprender – relaciona-se com a nossa dimensão mental, isto é, com a necessidade de desenvolvermos a nossa inteligência intelectual, de aprendermos uma profissão…
Bastidores, José Caxias.
JMJ
Amigos leitores ainda estamos aqui no Rio de Janeiro, na cobertura da Jornada Mundial da Juventude com a presença do Papa Francisco, que pela sua simplicidade vem deixando o Mundo muito feliz nesta sua conduta, pregando como o nosso Santo maior São Francisco de Assis, o “Santo dos pobres”. Para você ter uma ideia, esse congraçamento Mundial que vem acontecendo na cidade Maravilhosa já me deixou encantado como um dos maiores eventos que já realizamos como jornalista em nossa carreira, apesar do seu encerramento ser neste domingo 28, mas já está em nosso calendário como um marco. Agradeço desde já os nossos patrocinadores e acima de tudo Deus e nossa Padroeira. Sinceramente, fiquei encantado em fazer essa obra de Deus, que só faz enriquecer o nosso currículo como profissional, que já cobriu grandes eventos neste Mundo afora.
Clássico
O clássico entre Botafogo e Flamengo que ocorrerá neste Domingo 28, pelo campeonato brasileiro vai ter um aperitivo diferente para…

Capa 2º Caderno

Imagem
Imagem
Amapazão/2013 Clubes se revezam na liderança do Amapazão


Reinaldo Coelho Da Reportagem
A segunda rodada do campeonato estadual de futebol teve confronto de líderes, Santos Futebol Clube (AP) e Esporte Clube Macapá. Ao final da contenda, resultado favorável ao Peixe da Amazônia, que além da vitória revelou um goleiro artilheiro, que no melhor estilo Rogério Ceni abriu o placar com um golaço cobrando falta.  Diego goleiro e excelente cobrador de falta ainda assustou o goleiro adversário com outras cobranças perigosas. No final de um jogo emocionante e muito disputado o Santos venceu por 2x1 e se manteve na dianteira.
Os gol marcados pelo Santos foram feitos pelo goleiro do Peixe, Diego e André Cabeça que deu cifras finais ao marcador aos 46 minutos da segunda etapa. Pela equipe do Leão da Avenida FAB o meio-campo James, com leve toque, colocou a bola para o fundo da rede marcando o único gol do azulino. Jason Rodrigues, técnico do Santos, falou a nossa reportagem que qualquer um dos times pod…
Imagem
“ELEFANTES BRANCO” MUNICIPAIS PMM acelera conclusão das obras
Reinaldo Coelho
Da Reportagem
Popularmente, chamamos de “elefante branco” toda grande obra pública que tenha demandado grandes investimentos e que, por falta de planejamento, tenha se tornado um enorme problema, a ponto de não sair do papel. Os elefantes brancos geralmente estão relacionados ao uso negligente do dinheiro público, o desvio de verbas e fraudes, mas também podem acontecer erros técnicos das empreiteiras ou do projeto determinado pelo governo. O termo “elefante branco” vem de uma lenda que diz que um rei dava um elefante branco para os súditos de que não gostava. O animal ocupava espaço, não tinha utilidade e custava muito caro, ou seja, não serviam para nada! Em Macapá, temos exemplos nítidos de elefantes brancos. O desperdício de dinheiro público está acontecendo no hospital metropolitano, restaurante popular, projeto Macapá e complexo mucajá são obras com prazo para conclusão há décadas. 
A atual administração can…