Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013
Imagem
Imagem
EDITORIAL --------------------------------


Para, pelo e com o povo

Políticos de verdade, administram, gerem recursos, preocupam-se com o bem estar de sua população. O político vive e respira nada mais nada menos que política. E política não é só pensar em eleições e votos ou muito pior, enganar o povo. Política é Ciência nobre, arte de pensar, estratégia para todos, não para um grupo. Quando se foge disso, quando não se tem este perfil, então não se faz política.
O mundo teve seus grandes vultos, estadistas brilhantes, filósofos. Muitos já se foram, mas deixaram seu pensamento eternizado nos livros para as futuras gerações, para os séculos à frente. Eram homens ocupados em seu dia a dia, mas preocupados com o futuro. Nenhum deles foi esquecido. Sêneca, Aristóteles, Platão, Sócrates, Mileto, Pitágoras. Todos ocupados em fundamentar o pensamento, abrir ousados caminhos mentais, fomentar ideias que serviriam de alicerces para outros tantos. Aí vieram Decartes, Nietzsche, Rousseau. Franceses…
Imagem
Entenda por que a inflação preocupa o Brasil (Você tem medo de bicho papão?)



Os recentes sinais de crescimento acelerado da inflação, o "bicho papão" da economia brasileira, que segundo o IBGE já acumula alta de 6,59% nos últimos 12 meses, acima do teto da meta do Governo Federal, não tem afetado apenas o bolso dos brasileiros, mas tem também preocupado economistas que criticam a forma como o governo vem lidando com o aumento generalizado dos preços. Para alguns especialistas, o  país vive atualmente o "pior dos mundos", com crescimento baixo e inflação em alta. Eles avaliam que, para eliminar os dois problemas, o Brasil precisará de um "forte ajuste". A inflação é um velho inimigo da economia brasileira. Depois de anos de hiperinflação, a taxa anual caiu de forma significativa após a adoção do Plano Real, em 1994,. Em junho daquele ano, quando a moeda foi lançada, a taxa mensal foi de 47,43%. No mês seguinte, caiu para 6,64% , posteriormente, em setembro, …
Imagem
Porto de Santana Camilo diz que sem a participação do Estado o porto “quebra”
Roberto Gato Da Editoria
Mais uma situação de litígio se estabelece no Estado, a partir das ações intempestivas praticadas pelo governador Camilo Capiberibe, que tenta tirar o controle acionário do Porto de Santana das mãos do município. O prefeito Robson Rocha (PTB), não gostou nem um pouco da forma como o governador Camilo vem tratando o assunto, e já demonstrou que não quer sentar a mesa com o Estado para tratar do tema, nos moldes em que interessa ao governo estadual. Em entrevista concedida a imprensa, Camilo afirmou que, o prefeito Robson Rocha e o presidente da Companhia Docas de Santana, foram convidados pela Secretaria Nacional de Portos e eles se fizeram ausentes. "Eu considero uma descortesia você ser convidado por um ministro, e não ir e nem mandar um representante. Temos que ter responsabilidade e maturidade. Com esse gesto o prefeito demonstra dificuldade em trabalhar com os seus discursos, ante…
Imagem
Mais um alerta
No Amapá que Deus nos livre de um incêndio num desses prédios de apartamentos, mas ninguém pode ficar contando só a com a sorte. O remédio é prevenir, então já não é sem tempo de o Corpo de Bombeiros do Amapá adquirir uma escada "Magiros". Se não vai acontecer igual o Porto da Anglus. Ninguém fiscalizou, aconteceu o sinistro e lá se foram seis vidas. E agora José? 
(GEA e BERNACON) A fome e a vontade de comer
Enquanto o GEA assinava o TAC de extinção UDE, as empresas Bravha e Bernacon Ltda., comemoravam com Champagne e camarão rosa a façanha do Ministério Público do Trabalho. É que, ao que tudo indica, já estariam reservados a elas a contratação terceirizada para a prestação de serviço em substituição à UDE, em mais um contrato milionário sem licitação e direcionada as queridinhas do Capi. Transparência é isso, não é meu povo.
MP, como a deusa Têmis Enquanto isso o Ministério Público tem se inspirado na figura da deusa Têmis (dama cega) quando o assunto diz respeito…
Imagem
Saúde no Estado do Amapá Diagnóstico do Caos

Roberto Gato Da Editoria



A secretaria de Estado da Saúde parece um órgão fadado a acabar com reputações e competências. Foram poucos os secretários que ocuparam aquela pasta e não saíram presos ou com o rótulo de corrupto e incompetente. A pergunta que o leitor deve estar se fazendo é: Será que os gestores que assumem a SESA têm autonomia para trabalhar ou a SESA é um feudo do governador de plantão?
Se nas administrações de João Capiberibe e Waldez a história não foi bem assim, na administração do governador Camilo Capiberibe a situação é esta. A prova foi a passagem relâmpago do delegado de polícia Sávio Pinto no cargo de subsecretário. Ele não passou uma semana. Após apresentar um relatório com os gargalos da secretaria e as pessoas que contribuíam diretamente para a corrupção, sua permanência no cargo ficou insustentável e não deu outra. Numa tentativa velada de lhe quebrar a crista, o governador ignorou o relatório e negou as exigências de…
Imagem
EMTU  - Um calo no sapato do prefeito Clécio Luiz


O Jornal Tribuna Amapaense iniciou na edição passada uma série de reportagens sobre a crise silenciosa que a Companhia de Transporte de Macapá (CTMac) enfrenta.
Na primeira reportagem falamos da péssima infraestrutura do transporte coletivo de Macapá. Terminais, falta de logística para os agentes de fiscalização, atraso dos ônibus, sucateamento da frota, falta de linhas em bairros afastados do centro entre outros problemas do setor.
Nessa edição falaremos sobre o descumprimento de acordos judiciais por parte do município, deixando os servidores apreensivos em função da prefeitura de Macapá não vim executando pontualmente o que ficara acertado na justiça.  
Os agentes reclamam das inúmeras informações desconexas que recebem. Prazo e promessas de pagamentos que não são cumpridos e este cipoal de informação e contra informação deixa a todos num clima de total insegurança. 

Segundo denúncias dos agentes a EMTU fazia desconto do Fundo de Ga…
Imagem
O Tribuna avisouUNIMED/Macapá abre falência

Jamille Nascimento Da Reportagem
Em Setembro de 2011, o Tribuna Amapaense usou as páginas desse semanário para denunciar a falta de respeito e os desvios financeiro por parte da UNIMED/Macapá. Saímos na frente com uma "bomba", que na época já dava sintomas de que seria fatal. 
Nesse período a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) começou a cobrar dos planos de saúde o prazo para atendimento dos convênios médicos, a resolução determina que os planos garantissem aos pacientes uma condição mínima de atendimento na espera de serviços indispensáveis, regulamentando prazos de, por exemplo, uma semana para consultas básicas; exames específicos de cardiologia e oncologia duas semanas e para exames de alta complexidade, quimioterapia e radioterapia, três semanas.


Como já era esperado a UNIMED/Macapá não conseguiu entrar nas normativas estabelecidas pela ANS obrigando assim a agência tomar uma providência definitiva para facilitar a vida de…
Imagem
FALAR O QUE PENSA...
.. é ter capacidade para cuidar de si próprio, de andar para frente, sem medo do que os outros vão pensar, porque sinceramente, não dá para passar uma vida inteira deixando de lado verdades e convicções para viver ou defender as dos outros, pois chega um momento que se pensa: "... e o respeito pela minha pessoa? Quem vai ter, quem vai defender? " E então se descobre que o respeito das pessoas só se adquire quando nos mostramos conscientes das nossas convicções, sobre o que pensamos, isto nos ajuda a crescer como seres humanos que não vivem apenas para ser mais um, mas seres humanos que em meio a muitos que não possuem coragem, façam a diferença.  Concordar com opiniões alheias, faz parte da vida, descordar também faz, então temos que ser firmes quando o nosso objetivo é buscar destaque, não devemos pensar como a maioria ( Maria vai com as outras ), temos que pensar sempre, naquilo que nos acrescentará na vida, não devemos aceitar nada que venha nos diminuir…
Imagem
Saúde estadual: a modernização tecnológica adormecida



Quando se fala de saúde pública no Brasil, o debate político e técnico costuma limitar-se ao problema da insuficiência dos recursos públicos para pagar os custos da saúde. O debate desse problema é importante e precisa ser equacionado, porém há um outro problema que precisa ser debatido com urgência, sob pena da saúde pública continuar do jeito que está, mesmo que se aumentem os recursos públicos para o seu financiamento: como inovar para reduzir os custos e melhorar a qualidade e acessibilidade à saúde? Em janeiro de 2011, quando assumimos o cargo de Secretário de Estado da Saúde, não havia qualquer perspectiva de aumento dos recursos públicos para o financiamento da saúde pública no Brasil - circunstância que não mudou de lá para cá. Diante da insuficiência de recursos e de uma rede hospitalar totalmente sucateada, sob nossa orientação os servidores da saúde decidiram, já na elaboraçãoo do planejamento da SESA de 2011-2014, identif…
Imagem
“Eu não posso admitir que Macapá não receba os impostos retidos  pelo GEA. agora que saiu a primeira parcela do BNDES, de quase R$ 400 milhões, destinada a pagar a dívida da CEA, pois a empresa tinha dívida com o ISS, mas cadê a parte do município? O GEA abdicou de receita, assim, por exemplo de R$ 16 milhões foram da Operadora de telefonia Oi e R$ 4 milhões eram da PMM. O Art.º 14 da Lei de Responsabilidade Fiscal diz que o município não pode abrir mão de Receita e o Estado não pode tirar Receita do município, sem que mostre onde esta vai ser compensada”  -  Lucas Barreto - Vereador de Macapá (PTB).

Reinaldo Coelho
Da Reportagem


A entrevista desta semana é com o vereador Lucas Barreto (PTB) - Deputado Estadual por quatro legislaturas, e foi presidente da Assembleia Legislativa do Estado Amapá e atualmente ocupa a cadeira de vereador pelo Munícipio de Macapá , onde se declara parlamentar independente e é um dos pré-candidatos as eleições majoritárias para governador do Estado em 2014. N…
Imagem
SOS Cidades em Macapá
O que é o SOS Cidades? É um programa que vem sendo desenvolvido há 11 anos em vários países da América Latina. No Brasil foi realizado em São Paulo, Porto Alegre e Manaus, Macapá foi escolhida como sede em função da localização do rio Amazonas e do conjunto temático de questões importantes como a estrutura da paisagem. Os participantes são professores e acadêmicos e técnicos de vários países. A tarefa de pensar a cidade não tem sido fácil, envolve muitos segmentos da sociedade, nos últimos vinte anos, pensar a cidade tem ficado em segundo plano, na prática os problemas cotidianos têm sido tão intensos que não tem existido espaço para conceber e idealizar o desenvolvimento planejado da cidade. Eventos como SOS Cidades têm como objetivo mobilizar a sociedade e gestores com a discussão e elaboração de projetos que proporcionem a cidade um redimensionamento em sua estrutura urbana e regional, aproveitando o que há de melhor para ser concebido. O papel da academia també…
Imagem
Infância e Adolescência Juizado  de Macapá integrou a caravana de combate ao trabalho infantil  

O Juizado da Infância e Juventude de Macapá - Área de Políticas Públicas e Execução de Medidas Socioeducativas foi representado por seu técnico, o Assistente Social Izaelson Victor dos Santos, na Caravana de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, que visitou os municípios de Porto Grande e Ferreira Gomes, numa intensa programação que incluiu palestras, oficinas e visitas aos órgãos da rede de assistência social do interior.
Uma das principais atribuições do grupo foi conversar com os prefeitos para que definam ações, metas e prazos para prevenir e eliminar o trabalho infantil nesses municípios. Nos encontros, a Caravana ressaltou que a população precisa estar mais consciente quanto à erradicação do trabalho infantil na região, e realizou, ainda, audiência pública nos dois municípios, em busca aos meios para "romper com as nocivas degradantes formas de trabalho infantil".
Nas s…
Imagem
Câncer no Amapá Os gargalos na saúde do estado e as dificuldades dos pacientes em busca da cura


Thais Pucci
Da Reportagem



Na quinta-feira, dia 18de abril, o deputado EiderPena (PSD) ministrou uma Audiência Pública, que discutiu a precariedade do tratamento do câncer na rede pública do Estado. A situação de sofrimento pela qual passam pacientes acometidos pelo câncer, não apenas pelo diagnóstico em si, mas devido à frágil condição de tratamento oferecido no sistema público de saúde do Amapá, foram colocados em questão. 
O câncer abrange um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado e maligno de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se, através da metástase para outras regiões do corpo, determinando a formação de tumores (acúmulo de células cancerosas). Suas causas são variadas, podendo ser externas ou internas ao organismo, estando ambas inter-relacionadas. As causas externas, que representam 80% a 90% dos casos atuais, relacionam-se ao me…
Imagem
BRASIL  X               FRANÇA
Aprovação do acordo fere a Legislação brasileira

Reinaldo Coelho 
Da Reportagem


A criação de um Grupo de Trabalho (GT) no Amapá, coordenado pela Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, para acompanhar e avaliar o Acordo Internacional (Mensagem 668/09), assinado em 23 de dezembro de 2008 entre o Brasil e a França, finaliza os seus trabalhos com um relatório encaminhado a referida comissão e ao relator do acordo, deputado federal Sebastião "Bala" Rocha (PDT). O GT analisou o referido acordo que tem o objetivo fortalecer a cooperação em matéria de segurança pública e matéria penal, para combater atividade ilegal de extração do ouro, nos territórios classificados como parque nacional e nos territórios fronteiriços entre Guiana Francesa e o Estado do Amapá, na faixa de 150 quilômetros de fronteira, atingindo o distrito de Lourenço, no município de Calçoene.

Membro do GT, o desembargador Gilberto Pinheiro, do Tribunal de Justiça do Amapá (T…