Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013
Imagem
Os oito pares de sapato


Foi com certo choque que o mundo descobriu que
Emma Watson, a atriz inglesa responsável por, durante nove anos, dar vida à personagem Hermione Granger nos filmes de Harry Potter, apesar de sua fortuna de redondinhas 20 milhões de libras, tem apenas oito pares de sapato!
Passado o primeiro susto da potente revelação, o que espanta mesmo é pensar no estrondoso alarde que os veículos de comunicação mais infames fizeram acerca do fato. Em um momento histórico e político no qual não faltam pautas muito mais importantes (e interessantes), queremos acreditar que os jornalistas só insistiram em levantar o caso dos sapatos de Emma Watson porque a questão nos leva a reflexões profundas...
 Parece inconcebível a não ostentação por parte de uma jovem atriz milionária, figurinha recorrente no show biz. Causa-nos furor, ódio, escândalo, recalque. Recalque. Como pode alguém não ter um guarda-roupa mais amplo para os pés? Se Emma não estiver mentido em sua alegação, e possuir…
Os oito pares de sapato
Imagem
EDITORIAL--------------------------------------------

Mau avaliado


Aterrissou em nossa redação mais uma pesquisa com números extremamente desfavoráveis ao governo do Partido Socialista Brasileiro - PSB que tem a frente o governador Carlos Camilo Góes Capiberibe.
Camilo que se elegeu convencendo o eleitor amapaense, após a Operação Mãos Limpa, deflagrada pela Polícia Federal em 11 de setembro de 2010, ano eleitoral por tanto, de que varreria do solo tucuju a corrupção no serviço público. Proclamou-se o arauto da verdadeira mudança.
Convenceu o eleitor que lhe deu a oportunidade de governar o Amapá. Passado dois anos e meio de sua gestão, 80% da população amapaense rejeita a forma de governar de Camilo, segundo Revista Brasília em Dia, na coluna, Leitura Dinâmica. E não é pra menos. O serviço público piorou consideravelmente e um verdadeiro caos se instalou na saúde pública do Estado. A educação, a segurança são outros setores que não responderam aos anseios da sociedade.
Camilo Capiberibe a…
Imagem
Será que somos idiotas?A presidenta Dilma, disse que vai propor um plebiscito para decidir pela convocação de uma Constituinte exclusiva para tratar da Reforma Política do País.
Quero entender o que é Reforma Política. Esta é uma palavrinha mágica de todo demagógica, nada mais que o "abre-te Sésamo" para reeleição que vem aí em 2014. Isto ficou claro, quando na semana que passou a presidenta instalou o comitê de crise em São Paulo, para enfrentamento das manifestações populares.  Dele faziam partes, o ex-presidente Lula, que não é político e tão pouco ocupa cargo no governo federal, juntamente com o seu marqueteiro de campanha eleitoral.
Nada de novo sob o sol ou sob a chuva, como no as dimensões territoriais no Brasil são imensas, também as estações do ano não são iguais, dependo em que região estivermos podemos estar sob o sol ou sob a chuva, ou sob frio ou sob calor.
A obra Manual do Prefeito Idiota Latino-Americano, publicado há 13 anos seus autores já preveem este recurs…
Imagem
Segundo 
Senado
O Senado já aprovou que corrupção agora é crime hediondo, portanto, sem direito a fiança. Além do aumento da pena. Corruptos com processos em julgamento coloquem as barbas de molho.

As primeiras vítimas
Desde a promulgação da Carta Cidadã (88) nenhum parlamentar havia sido preso no exercício do mandato no Brasil. O rondoniense Natan Donadon (PMDB/RO) abriu a temporada de caça aos corruptos Brasil afora. Capiberibe do Amapá foi o primeiro senador cassado da República e Natan de Rondônia o primeiro parlamentar federal preso no exercício do mandato. Só o Norte, meu! Tem mais!

Nunca mais
Segundo uma pesquisa realizada pela empresa Fenix 45,71% dos eleitores disseram está arrependido de ter votado no Camilo Capiberibe para o governo. O retrato de uma gestão que até agora não encontrou foco.

No privado também tem 
Quando se fala em corrupção todo mundo volta os olhos para administração pública, mas as entidades sindicais patronais de primeiro e segundo grau estão cheia de ratos. Um …
Imagem
MPF/AP embarga obra na Orla

Prédio residencial de luxo seria erguido 

em área da União, no Complexo do Araxá

Régis Sanches
Especial para o TA

Com vista definitiva para o Rio Amazonas, no Complexo Turístico do Araxá, o Edifício Praia foi projetado para ser o mais luxuoso prédio residencial de Macapá. Mas transformou-se em um quebra cabeça jurídico. Na última quinta-feira, o Ministério Público Federal no Amapá (MPF/AP) recomendou ao Município de Macapá e ao Instituto de Meio Ambiente e Ordenamento Territorial (Imap) a anulação de alvará e licenças do empreendimento.
Em maio passado, a construção já havia sido embargada pelo Ministério Público Estadual (MPE/AP). Motivo: o prédio seria erguido em terreno acrescido de marinha, área pertencente à União, conforme dispõe o Art. 20 da Constituição Federal. 

Negócio da China
Com os embargos, o que caminhava para ser um negócio da China, agora, tira o sono do incorporador Francisco Bianchi, dono da Necon Nordeste Construtora Ltda. Bianchi comprou o terr…
Imagem
Rejeitado
Amapaense classifica administração de Camilo Capiberibe como péssima, segundo pesquisa

Quanto à possibilidade de reeleição, 83,23% dos entrevistados responderam de forma negativa

José Marques Jardim
Da Editoria

Mal avaliado desde os primeiros seis meses que assumiu o Governo do Amapá, em janeiro de 2011, Carlos Camilo Góes Capiberibe, ao que tudo indica, vai mesmo entrar para a história política do Estado como o gestor público a obter os piores índices de rejeição.

Este fenômeno de impopularidade tem se agravado a passos longos e é atribuído à falta de experiência e capacidade que o governador tem para lidar com os problemas da máquina pública. Hoje, ele tem nas mãos um Estado com educação deficiente, saúde agonizante e uma segurança pública com índices assustadores.
O Amapá também é o Estado com o pior ambiente de trabalho, segundo pesquisa divulgada pela revista Veja. O também semanário Época apontou o governador como titular de 35 contas bancárias, para arranhar ainda mais …
Imagem
Ponte Interestadual do Rio Jarí
Do nada para lugar nenhum

Reinaldo Coelho
Da Reportagem

Os avanços nas obras no Estado do Amapá acontecem com uma lentidão incrível, de maneira geral elas são intermináveis, mesmo com os grandes investimentos federais, suas aplicações muitas vezes não acontecem e quando são feitas, não são aprovadas pelos órgãos fiscalizadores, constatando-se assim a falta de capacidade gerencial dos que comandam a cadeia administrativa estadual e municipal. Temos o exemplo do Aeroporto Internacional Alberto Alcolumbre, em Macapá; a Escola Estadual Augusto Antunes e o Terminal Pesqueiro de Santana; o muro de arrimo do Aturiá e da Orla de Oiapoque, enfim estão paralisados, outros nem saíram do projeto.

De acordo com o urbanista Tostes, as cidades têm problemas de todo tipo, começa por problemas de planejamento e gestão, entra e sai gestor, nada melhora os indicadores dos municípios. As causas são bem conhecidas de acordo com IBGE (2010) através de dados da FIMBRA (2010) e d…
Imagem
Macapá recebe mais uma Vara do Trabalho

Com cerimônia de inauguração realizada na última segunda feira (24), o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 8a Região inaugurou a 8ª Vara do Trabalho de Macapá (AP), fruto da transferência da 2a VT de Tucuruí (PA), conforme deliberação do Tribunal Pleno do TRT8 (Resolução 57/2012), orientado pelas observações constantes do monitoramento de cenários que o Tribunal realiza.

 A instalação da 8ª Vara do Trabalho de Macapá veio para atender a grande demanda pela presença da Justiça do Trabalho na capital do Amapá, que atualmente tem quatros Varas em atividade (1ª à 4ª), e outras três já criadas por Lei (5ª à 7ª), mas que ainda serão instaladas. O Estado do Amapá, que é parte da 8ª Região Trabalhista, tem uma demanda muito grande pelo atendimento da Justiça do Trabalho, em decorrência de uma tendência de aumento do trabalho formal, já detectada pela técnica dos cenários prospectivos, parte do planejamento estratégico da 8ª Região, que detecta as conse…
Imagem
Que o futuro governador ouça o clamor das ruas!
As pesquisas do IBOPE e do Datafolha sobre as razões que levaram os brasileiros às ruas confirmam o que escrevi no último artigo intitulado "Você pode mudar o mundo!" (ver no blog deste jornal ou na minha página do facebook).

Segundo essas pesquisas, dentre as três principais motivações dos manifestantes estão o combate à corrupção e a má qualidade dos políticos. Dois assuntos que são faces diferentes de uma mesma moeda.
E por que os brasileiros colocam esses dois temas como sendo centrais nas suas motivações?
Simplesmente porque sabem que a má qualidade dos serviços públicos é decorrência direta da corrupção e das decisões estratégicas que são deixadas nas mãos de políticos e governantes que não representam seus interesses e sim de famílias e pequenos grupos privilegiados.
Foram anos e anos da prática dos currais eleitorais, do fisiologismo barato, da corrupção sem controle, do nepotismo e do clientelismo. Agora, a população r…
Imagem
"Infelizmente, hoje a economia amapaense está parada e o governo tem grande responsabilidade sobre esse quadro. As obras não andam, os pagamentos dos fornecedores estão sempre atrasados e os salários dos servidores, que têm grande importância para a economia estadual, estão desvalorizados. Por isso todos sentem que o dinheiro parou de circular no Amapá". Deputada estadual Marília Góes (PDT)

Reinaldo Coelho
Da Reportagem

A entrevistada da semana é a deputada estadual Marília Góes (PDT), bacharel em Direito, delegada da Polícia Civil, presidente da Comissão de Direito da Pessoa Humana; vice-presidente da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia; membro da Comissão de Saúde e Assistência Social e da Comissão de Turismo. Acompanhe a entrevista:

Tribuna Amapaense - Deputada uma das pautas da Senhora é a discussão do processo de municipalização da educação, que o Governo do Estado, através da Secretaria de Educação, pretende levar adiante. Qual é a sua preocupaçã…
Imagem
Infância e Adolescência

Internação compulsória de crianças usuárias de crack: só 25% de êxito




Discute-se muito hoje a internação involuntária e compulsória de usuários de drogas, para tratamento.Em recente artigo, na Folha de São Paulo, o Dr. Dráuzio Varella defende a internação compulsória: "Pode ser que internação compulsória não seja a solução ideal, mas é um caminho que temos que percorrer".

Entretanto, vários são os argumentos contrários: a deficiência atual dos recursos da medicina para lidar com estes pacientes, que se reflete geralmente no insucesso do tratamento e na recidiva, mesmo nos casos de internação voluntária, a precariedade material e humana dos centros de atendimento, a inexistência de leitos (vagas) suficientes e adequados nos hospitais gerais, a deficiência das comunidades terapêuticas, a burocracia e sobretudo o risco de ofensa aos direitos humanos dos usuários.
O Conselho Federal de Psicologia vem manifestando frequentemente sua posição contrária.Agora, te…
Imagem
Pipas + Cerol = Associação perigosa

Reinaldo Coelho
Da Reportagem



Meses de férias e com ventos fortes: eis o panorama propício para a disseminação pelos céus de todo o estado às coloridas pipas (papagaios, rabiolas, etc.). Muitos garotos já deram início às férias escolares do meio de ano. É uma opção de lazer empinar as pipas/papagaios/rabiolas nas ruas e praças de Macapá; empinar um papagaio é um esporte disputadíssimo em outras capitais brasileiras e torna-se um lazer gostoso e bonito de se praticar. Porém é necessário muito cuidado e saber escolher os locais próprios para fazê-lo.

Antigamente isso era brincadeira de criança, atualmente a “graça” tem sido em realizar disputas entre pipas, devendo um derrubar a
pipa do outro, tudo isso seguido de muita correria, palavrões e instinto de competição não sadia.

Se isso é ruim, tornam-se pior quando os brincantes adicionam na linha utilizada, o cerol, produto fabricado com cola caseira (goma) e vidro pilado, transformando a linha em uma arma…
Imagem
Transporte público no Amapá
Falta de abrigos nos pontos e má conservação dos ônibus são algumas das reclamações mais comunsThaís Pucci Colaboradora

Diariamente os moradores de Macapá sofrem com a falta de abrigo nos pontos de ônibus da capital, a longa espera pelo transporte público e as alterações climáticas repentinas, características da região. Apesar das inúmeras reclamações, poucas melhorias são percebidas pela população.  Verinaldo Miranda, morador do Jardim Marco Zero, convive com os transtornos para pegar o ônibus para o município de Santana há mais de 20 anos. “É muito ruim aguardar aqui, e já estou a quase 40 minutos esperando a condução. Hoje, já peguei chuva e já suei nesse ponto, que nem sinalizado é” reclamou ele, que na maioria das vezes opta por se deslocar de bicicleta. “Se tivesse  ido de bicicleta, já tinha chegado” comentou. Outro ponto destacado pelo morador foi à condição dos ônibus, que muitas vezes estão com os bancos quebrados, estofados rasgados e mal conservad…
Imagem
#O GIGANTE ACORDOU
Manifestações tomam conta do Brasil e do centro de Macapá


Thais Pucci
Colaboradora

Há duas semanas o Brasil acompanha a população das principais capitais brasileiras ir para as ruas manifestar contra o sistema e a situação política do país. As manifestações que começaram com o objetivo de criticar o aumento das passagens do transporte público, tomaram conta das principais cidades que aproveitaram para reivindicar melhorias nas áreas da educação, saúde e segurança pública. A corrupção, a PEC 37 e os investimentos nos grandes eventos que estão agendados para acontecer em terras tupiniquins, como a Copa do Mundo, também foi lembrada.

Em Macapá, capital do estado, não foi diferente. O povo foi às ruas pela primeira vez na quarta feira, dia 19 de junho, e percorreu as vias do centro com cartazes e o grito de ordem "vem pra rua". O início da manifestação em Macapá, que se concentrou na Praça da Bandeira, por volta de 16h30, aconteceu de forma pacífica.  Segundo a est…
Imagem
Marinho Carlos da Silva Santos - Marinho Macapá








Esta semana recebemos a visita de um ex-craque do futebol amapaense que foi para fora do estado há mais de duas décadas e retornou com uma finalidade honrosa para outros nomes do futebol local. Marinho Macapá que a maioria da nova geração do futebol nunca ouviu falar veio como embaixador de duas entidades históricas no futebol amazonense o Nacional e o Rio Negro, que completaram 100 anos de atividades no Amazonas e homenagearam todos os que defenderam a camisa desses clubes. Marinho trouxe a medalha comemorativa do centenário para os amapaenses que por lá passaram, entre eles nosso superintendente Roberto Gato.

Marinho foi um dos muitos jogadores amapaenses que fizeram carreira no futebol do Amazonas. Atualmente, vive em Manaus. E recentemente, começou sua carreia como auxiliar técnico, iniciando-se no São Raimundo, com o ofício de treinar goleiros. 

História

Marinho Carlos da Silva Santos, mais conhecido por Marinho Macapá, é de origem quil…